Parque das Águas Doutor Lisandro Carneiro Guimarães

A principal atração turística de Caxambu (MG) é o Parque das Águas. O parque é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA), tem 210 mil m² de área e concentra o maior complexo hidromineral do mundo, com 12 fontes de água mineral das mais variadas propriedades químicas.  O parque tem um lago com pedalinhos, um teleférico que leva o visitante até o cume do Morro de Caxambu MG, um gêiser natural, um balneário de hidroterapia e numerosas opções de lazer para curtir um fim de semana ou as férias em Caxambu. O parque tem três quadras de tênis, uma piscina de água mineral, uma pista de corrida de tipo cooper, entre outras atrações.

Vem viver Caxambu Minas Gerais, Parque das Águas

Fonte: CRC&VB

Acesse abaixo cartilha “Vamos passear no Parque das Águas de Caxambu?”.

Cartilha Vamos passear no Parque das Aguas de caxambu?

Morro de Caxambu (MG)

O Morro de Caxambu (MG) culmina a 1090 metros de altitude. Ele oferece uma vista panorâmica da região. No cume, o visitante irá encontrar um restaurante com banheiros, várias lojas para comprar artesanato e o Cristo de Caxambu MG.

Morro de Caxambu, Minas Gerais

O acesso ao Morro pode ser feito de carro ou pelo Teleférico de Caxambu MG.

A duração do passeio varia de 2 a 4 horas. A visita do Parque das Águas de Caxambu inclui as 12 Fontes de águas medicinais, o Balneário, o Gêiser, a piscina de água mineral, as quadras de tênis, o teleférico e o Cristo de Caxambu MG. O acesso à piscina do parque ou às quadras de tênis é cobrado à parte.

Informações e reservas de serviços no Parque das Águas de Caxambu:

Endereço, horários, telefone e informações.

Preços dos atrativos

Teleférico de Caxambu (MG)

A entrada do teleférico de Caxambu MG, encontra-se em frente à rodoviária de ônibus da cidade e à proximidade do Hotel União. O valor (2019) do ingresso é de 20 reais (ida e volta).

Teleférico de Caxambu, Minas Gerais

O passeio dura entorno de 7 minutos. A vista é linda. O visitante poderá contemplar a cidade inteira durante a subida e a descida.

Passeio pelo teleférico de Caxambu, Minas Gerais

Lago com pedalinhos de Caxambu (MG)

O Parque das Águas de Caxambu possui um lindo lago com pedalinhos.

Lago de Caxambu com pedalinhos, Minas Gerais

Cristo de Caxambu (MG)

Do cume do Morro de Caxambu, o visitante poderá admirar a vista panorâmica da cidade e da região e o Cristo de Caxambu (MG).

Vista panorâmica do Morro de Caxambu (MG)

O Morro de Caxambu (MG) culmina a 1090 metros de altitude. Ele oferece uma vista panorâmica da cidade de Caxambu e da região.

Vista panorâmica do Morro de Caxambu, Minas Gerais

Piscina de água mineral de Caxambu (MG)

O Parque das Águas de Caxambu possui uma piscina de água mineral aberta ao público. A piscina, tem vestuários, banheiros e salva-vidas. O horário de funcionamento da piscina é até as 17 horas.

Piscina de água mineral de Caxambu MG

O Balneário de Hidroterapia

O balneário de hidroterapia está localizado dentro do Parque das Águas de Caxambu MG. Construído em 1912, o balneário é divido em duas alas: masculina e feminina. Ele conta com banhos de imersão em águas mineral em banheiras estilo colonial, piscina interna na ala masculina, sauna e tratamentos estéticos. Seus azulejos e pisos portugueses são todos decorados, formando desenhos e belos mosaicos.

Balneario de hidroterapia de Caxambu, Minas Gerais

O suntuoso Balneário Hidroterápico, construído no início do século XX em estilo neoclássico, é ricamente ornamentado com vitrais franceses. Os azulejos e pisos, vindos da Europa especificamente de Portugal e da Inglaterra, formam belíssimos mosaicos e desenhos.  Em seu interior há  diversos tipos de banhos, duchas e saunas divididas em duas alas, uma feminina e outra masculina, esta última  com uma piscina térmica. Amplas salas de repouso, fisioterapia e outras aplicações eletroterápicas.

Banhos de hidroterapia:

  • Banho Perolado: Indicado para relaxamento e afecções da pele.
  • Banho Espumante Perolado: Utiliza-se algas marinhas, indicado para nutrir e revitalizar a pele.
  • Banho Espumante Simples: Indicado para emagrecimento.
  • Banho Turco: Indicado para redução de gorduras.
  • Especial Banho Sulfuroso com Pérolas de Ar: Indicado para relaxamento, afecções dermatológicas, artritismo, dores musculares e ácidos úrico.
  • Banho Sulfuroso Simples: Indicado para artritismo e doenças reumáticas.
  • Ducha Circular: Calmante e relaxante.
  • Ducha Escocesa: Relaxante ou excitante, depende da indicação médica e aplicação.
  • Sauna Finlandesa: A vapor, indicada para desintoxicação do organismo e relaxamento.
  • Piscina Térmica e Massagens.

Banhos de imersão não são recomendados para gestantes e menores de 15 anos, salvo sob prescrição médica.

Características das 12 Fontes de Água mineral de Caxambu MG

A cidade de Caxambu tem um dos maiores complexos hidrominerais do mundo. O Parque das Águas tem 11 fontes de águas minerais com propriedades físico-químicas diferentes e 1 gêiser. Por esse motivo o Parque atrai o ano inteiro numerosos turistas brasileiros e internacionais. A qualidade de suas águas medicinais é reconhecida internacionalmente. O Circuito das 12 fontes tem muita procura pelos seus poderes medicinais.

Fonte Dom Pedro, parque das águas de Caxambu MG

  1. Fonte D. Pedro. Água mineral carbogasosa, bicarbonatada e fluoretada. Nome dado em homenagem ao Imperador D. Pedro II, foi descoberta por Oliveira Mafra. Ela é indicada para problemas digestivos. Não recomendada para gastrite.
  2. Fonte Dr Viotti. Água mineral carbogasosa, ferruginosa e fluoretada. Possui efeito diurético e depurativo. Ele é utilizada para dissolver cálculos renais.
  3. Fonte Dona Leopoldina. Água mineral carbogasosa, bicarbonatada, alcalino-terrosa, sódica e fluoretada. Seu nome é uma homenagem à filha do Imperador D. Pedro II, casada com o Duque de Saxe. A fonte da água normaliza as funções gastrointestinais e hepatobiliares.
  4. Fonte Duque de Saxe. Água mineral carbogasosa, bicarbonatada, cálcica, magnesiana, fluoretada, sulfurosa e radioativa. Seu nome é uma homenagem ao genro do Imperador D. Pedro II. Ela é indicada para o fígado e a vesícula biliar. Ela é laxativa, antisséptica e desintoxicante do aparelho digestivo. O gás sulfídrico é indicado para o aparelho respiratório.
  5. Fonte da Beleza. Água mineral carbogasosa, bicarbonatada, cálcica, magnesiana, fluoretada, ferruginosa e e radioativa. Rica em sais minerais, é um grande tônico para o organismo. Possui efeito calmante, hidratante e nutritivo para a pele. Indicada para problemas alérgicos.
  6. Fonte D. Isabel / Conde D’Eu. Água mineral carbogasosa, bicarbonatada, cálcica, magnesiana, fluoretada, ferruginosa e radioativa. Indicada como tônico geral, com ação anti-anêmica.
  7. Fonte Venâncio. Água mineral carbogasosa, bicarbonatada, cálcica, magnesiana, fluoretada e radioativa. Seu nome é uma homenagem ao funcionário Venâncio de Rocha Figueiredo, o mais hábil captador das fontes do parque. Ela é indicada para hipertensão arterial. No passado foi utilizada em banhos carbogasosos.
  8. Fonte Mayrink nº 1. Água mineral carbogasosa e radioativa. Seu nome é uma homenagem ao conselheiro do Império, Francisco de Paula Mayrink que foi presidente da Empresa de Águas Medicinais de Caxambu e Contendas entre 1890 e 1894. Ela é utilizada para gargarejos. É anti-séptica e anti-inflamatória.
  9. Fonte Mayrink nº 2. Água mineral carbogasosa, fluoretada e radioativa. Indicada para irritação nos olhos.
  10. Fonte Mayrink nº 3. Água mineral carbogasosa, fluoretada e radioativa. Utilizada no engarrafamento, em diferentes banhos do balneário e nas piscinas.
  11. Fonte Ernestina Guedes. Água mineral carbogasosa, bicarbonatada, cálcica, magnesiana, fluoretada, ferruginosa e radioativa. Indicada para doenças dermatológicas.
  12. Fonte Floriano Lemos (Gêiser). Trata-se de um poço intermitente hipotermal. Veja a próxima seção.

Os bons resultados terapêuticos das águas de fontes pobres de constituintes químicos, oligometálicas, são atribuidos à radioatividade (MARIA DE LOURDES LEMOS, 2007). De um modo geral, as terapias com águas minerais e termais duram de 1 a 4 semanas. Segundo os resultados de uma avaliação radiossanitária realizada por de SERGIO GARCIA NEGRÃO (2012), o nível de referência de dose efetiva comprometida recomendado pela Organização Mundial de Saúde de 0,1 mSv foi ultrapassado em todas as fontes de Caxambu, exceto para a Fonte Viotti. O risco de efeitos adversos à saúde decorrentes da exposição à radiação é função da dose total recebida pelo homem (SERGIO GARCIA NEGRÃO, 2012). Por esse motivo, águas radioativas não devem ser consumidas em grandes doses diárias e devem ser consumidas na forma de curas.

Em 2018, foi concluída uma pesquisa (SIGA Circuito das Águas, 2018) sobre a origem e a circulação das águas minerais no Sul de Minas Gerais. O projeto foi executado em consonância com estudo anterior denominado Projeto Circuito das Águas do Estado de Minas Gerais (1999).

BAIXE AQUI: Relatório de 2018 com o Estudo Completo “SIGA Circuito das Águas” (256 MB)

No caso de Caxambu (Capítulo 5 do estudo “SIGA Circuito das Águas”), observou-se que as águas do Parque têm assinatura das rochas alcalinas, destacando-se o Morro do Caxambu, sendo mais salinizadas, padronizadas e diferenciadas. Essa é uma assinatura particular, em relação às demais áreas pesquisadas, porque, próximo ao fim de seu longo trânsito subterrâneo, essas águas circulam na parte profunda de um edifício vulcânico alcalino, do qual herdam características químicas. Esse edifício vulcânico está hoje parcialmente exposto no Morro do Caxambu. Nos demais parques, as águas têm assinaturas das rochas regionais e, mesmo sendo diversificadas, são geralmente menos salinizadas.

As primeiras fontes captadas (MARIA DE LOURDES LEMOS, 2007) foram as fontes D. Pedro e D. Isabel em 1884. Em  seguida, vieram a Viotti, Beleza e Conde d’EU, em 1885. D. Leopoldina, Duque de Saxe e Mayrink, em 1891. Venâncio, em 1935 a 1939. Ernestina Guedes em 1958.

Gêiser Floriano de Lemos

Gêiser Floriano de Lemos de Caxambu, Minas Gerais

Um  gêiser é uma nascente termal que entra em erupção periodicamente, lançando uma coluna de água quente e vapor para o ar. São fenômenos razoavelmente raros. O Gêiser de Caxambu (MG) jorra água mineral sulfurosa pelo menos três vezes ao dia, formando uma coluna de água mineral. O Gêiser de Caxambu tem efeitos benéficos sobre a pele e é uma das principais atrações do Parque das Águas. É um tipo de água mineral com erupções periódicas e jatos de até 5 metros, devido a pressões de gases (gás carbônico) existentes na mesma. Não é um verdadeiro gêiser geotermal, cujas temperaturas são elevadas. Esta variante é denominada gêiser de água fria (27º C). Banhos no Gêiser de Caxambu durante 21 dias são indicados no caso de afecções cutâneas.